Capacete Elmo já tratou quase três mil cearenses, agora em todo Brasil

Inovação

Capacete Elmo já tratou quase três mil cearenses, agora em todo Brasil

Voluntário para teste do Elmo

Inovação em saúde que começou a ser utilizada há apenas seis meses, o capacete Elmo já tratou quase três mil cearenses em hospitais da rede pública do Governo do Estado.

Produzido no Ceará, o equipamento pode reduzir em cerca de 60% a necessidade de intubação de pacientes que sofrem de insuficiência respiratória causada pela Covid-19.

Hoje, o capacete Elmo recupera pacientes em vários estados do Brasil, como no Amazonas, Maranhão, Goiás e São Paulo.

Para o idealizador do dispositivo, o superintendente da Escola de Saúde Pública do Ceará, Marcelo Alcantara, o Elmo pode ser considerado uma política pública de saúde.