Governo de Goiás pretende cancelar contrato com empresa de energia Enel por falta de compromisso

Mesma conversa

Governo de Goiás pretende cancelar contrato com empresa de energia Enel por falta de compromisso

Divulgação

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) falou à imprensa nesta terça-feira,14, que não pretende mais continuar trabalhando com a empresa Enel. Segundo ele, a troca é necessária, pois a distribuidora não cumpriu as propostas apresentadas. Ronaldo relatou uma reunião com diretor global de infraestrutura da Enel, Lívio Galo. “Ele veio com a diretoria, responsável pela Enel de Goiás, dizendo do interesse deles em montar uma força de trabalho, contratar mais 1.500 pessoas, criar estruturas regionais capazes de poder atender com maior celeridade os consumidores”, detalhou.

Segundo o governador, a conversa da empresa sempre é a mesma. “No mês de outubro e de novembro houve a maior crise de falta de energia no Estado de Goiás, com falta de energia elétrica por vários dias em várias regiões, e, sim, um colapso até mais grave do que de anos anteriores”, argumentou.


História

A extinta, Coelce, surgiu em julho de 1971 com a união de quatro empresas de distribuição. Em 1995, tornou-se empresa de capital aberto e em 1998 foi privatizada, em leilão público realizado na bolsa de valores do Rio de Janeiro. Atualmente Enel Distribuição Ceará, companhia é controlada por um grupo italiano opera nos 184 municípios do Ceará, com quase 4 milhões de clientes.  A distribuidora opera em quatro Estados: São Paulo, Rio, Goiás e Ceará.


Fonte: Jornal Opção