Gilmar Mendes arquiva pedido para investigar Bolsonaro por 'fake news'

Divulgação

Gilmar Mendes arquiva pedido para investigar Bolsonaro por 'fake news'

Divulgação

O ministro STF, Gilmar Mendes arquivou um pedido feito pelo senador Otto Alencar (PSD-BA) para investigar o envio, por Jair Bolsonaro, de uma “fake news” a Sergio Moro, em abril.

A mensagem de WhatsApp, revelada no inquérito sobre a interferência de Bolsonaro na PF, diz que o Hospital Espanhol, em Salvador, teve sua administração entregue pelo governador Rui Costa (PT) ao ITS, que pertenceria ao deputado Otto Alencar Filho (PSD-BA).

O senador afirmou que o conteúdo é “sabidamente falso” e que o filho já processou responsáveis por sua divulgação. Anexou notas do ITS negando que pertença a Otto Alencar Filho. Ao STF, pediu uma investigação por difamação.


 O Antagonista