Vereadores de Acarape apresentam CPI para investigar desvio de vacinas contra COVID-19

Fura fila

Vereadores de Acarape apresentam CPI para investigar desvio de vacinas contra COVID-19

 Monólitos Post

Diante do pedido de tutela antecipada que pede o afastamento de gestores da saúde promovida pelo titular do Ministério Público em Acarape, os vereadores Karine Bezerra (PT), Paulo Quaresma (PSD), Celina Carlos (PSD) e Alexandra da hora (PSD), apresentaram o pedido de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar os indícios de desvio de vacinas para pessoas alheias aos grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

De acordo com levantamento preliminares, seriam 106 (cento e seis) vacinas sem a devida identificação de seus beneficiários.

“Vamos fazer uso desse instrumento legitimo do parlamento para fiscalizar possíveis desvios de conduta por parte de gestores da saúde do município, que nesse momento tão delicado, não respeitou as pessoas que teriam prioridade na vacinação”, alertou a vereadora Karine Bezerra.

A sessão plenária da Câmara Municipal de Acarape vai acontecer amanhã e o presidente, vereador Ítalo Bomfim, deverá fazer a leitura e instalação da CPI como determina o regimento interno da casa.

Além das possíveis irregularidades no desvio de vacinas, um dos pontos nefrálgicos é o fato do secretário de saúde, Paulo Cesar Filho, cunhado do prefeito Edilberto Beserra (PDT), ter tomado as duas doses da vacina, mesmo sem estar na linha de frente do combate ao Covid-19 e ter apenas 26 anos, o que exclui dos grupos prioritários.

Documento