Assembleia Legislativa aprova projeto que ajudará inserção de jovens e desempregados no mercado de trabalho

A iniciativa tem o objetivo de contribuir com o acesso de jovens e desempregados, por meio de formação, ao ambiente de trabalho, fortalecendo as políticas públicas voltadas para a geração de emprego e renda.

Assembleia Legislativa aprova projeto que ajudará inserção de jovens e desempregados no mercado de trabalho

Assembleia Legislativa do Ceará

A Assembleia Legislativa aprovou, na sessão plenária desta quinta-feira (15/10), o projeto de resolução de autoria da Mesa Diretora que cria o 'Alcance Trabalho', no âmbito do programa Alcance, do Parlamento Estadual, que faz preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A iniciativa tem o objetivo de contribuir com o acesso de jovens e desempregados, por meio de formação, ao ambiente de trabalho, fortalecendo as políticas públicas voltadas para a geração de emprego e renda.

O Alcance Trabalho irá ofertar cursos de formação inicial e continuada e qualificação profissional, cursos on-line de preparação para o trabalho, estudos e pesquisas que envolvam as questões do mundo do trabalho, além de firmar parcerias ou termos de cooperação com órgãos públicos, prefeituras, câmaras municipais e instituições privadas para promoção de ações.

*Alcance.Enem

O programa Alcance da Assembleia Legislativa atua com a missão social e educativa de garantir políticas para jovens socialmente excluídos.

A Casa já conta, em curso, com o Alcance.Enem, que oferece curso preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio e vestibulares de instituições de ensino superior. Até a próxima quarta-feira (20/10), o Alcance.Enem está com oferta de 200 vagas para estudantes residentes em Fortaleza, para aulas presenciais. As inscrições vão até o dia 20 de outubro e podem ser realizadas por meio da plataforma  http://alcancevirtual.al.ce.gov.br ou no WhatsApp (85) 8125-7919.

*Legislativo

Também na sessão de quinta-feira, realizada em formato presencial e remoto, os deputados e deputadas aprovaram o total de 27 projetos, sendo três de autoria do Poder Executivo, um da Mesa Diretora e 23 de parlamentares.