Assembleia Legislativa inicia campanha que visa incentivar a doação de sangue no Ceará

Junho Vermelho

Assembleia Legislativa inicia campanha que visa incentivar a doação de sangue no Ceará

Foto: Reprodução

A Assembleia Legislativa do Ceará, por meio do movimento Ideia Certa, chama a atenção para a importância de doar sangue. “Neste mês de junho, estamos incentivando os cearenses a doarem sangue. Como o início do ano é marcado por viroses, o Hemoce acaba sofrendo uma baixa no seu estoque, tendo em vista o menor número de doadores aptos. Por isso, o movimento Ideia Certa se soma à campanha Junho Vermelho, colaborando para reforçar os estoques e, assim, ajudando a salvar vidas”, explica o presidente da Assembleia, deputado José Sarto (PDT).

A campanha Junho Vermelho faz parte do Calendário de Eventos do Ceará desde a aprovação, na Assembleia Legislativa, de projeto de lei de autoria da deputada Fernanda Pessoa (PSDB),  no ano passado, hoje Lei 16.688/18 . Além disso, anualmente, em 14 de junho, é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue, data estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS). “Com a aproximação das férias, a demanda por sangue tende a crescer. Então, convidamos os cearenses a terem esse gesto de solidariedade”, acrescenta José Sarto.

Dados do Ministério da Saúde (MS) indicam que, no Brasil, 1,8% da população é doadora de sangue, índice abaixo do recomendado pela OMS.

Quem pode doar

Para ser doador de sangue, é necessário estar saudável, bem alimentado, pesar acima de 50kg, ter entre 16 e 69 anos e apresentar documento oficial ou autenticado com foto. Os candidatos à doação de sangue com idade entre 16 e 17 anos devem ter consentimento formal, por escrito, do responsável legal, para cada doação que realizarem. O limite para a primeira doação é de 60 anos, 11 meses e 29 dias.