Ceará pode perder seis municípios, alerta deputado Acrísio Sena

Conflito territorial

Ceará pode perder seis municípios, alerta deputado Acrísio Sena

Divulgação

O conflito territorial com o Piauí pode fazer o Ceará perder até seis municípios, segundo perícia técnica realizada pelo Exército, a pedido do STF, em 2018.

O alerta foi feito nesta quinta-feira, 11, em pronunciamento realizado na Assembleia Legislativa, pelo deputado estadual Acrísio Sena (PT).

“É necessário a união da Assembleia Legislativa, deputados federais e senadores cearenses e a realização de uma ampla campanha envolvendo a população – inclusive com realização de plebiscito – para evitar que 245 mil pessoas, com vínculos culturais e históricos com o Ceará, passem a ser piauienses do dia para a noite, como aconteceu com Tocantins, que perdeu, em 2020, em ação semelhante, 140km2 para o Piauí”, explicou.

Segundo o estudo, o Ceará perderia integralmente Ibiapina, São Benedito, Guaraciaba do Norte, Carnaubal, Croatá e Poranga, além da sede de Ubajara. Isso corresponde a 35 distritos e 806 localidades. Seriam perdidos centenas de equipamentos construídos e mantidos pelo Estado, tais como: 290 escolas; 6 centros de educação infantil, 3 escolas profissionalizantes, 172 Unidades de Saúde, 24 centros de convivência, 733 km de estradas, o aeroporto de São Benedito, 598 torres eólicas, 117 áreas de mineração, 21.747 estabelecimentos agropecuários, uma Unidade de Conservação Estadual (Bica do Ipu), uma Unidade de Conservação Federal (Parque Nacional de Ubajara), 2 açudes estratégicos (Jaburu/Ubajara e Lontras/Ipueiras) e 1.549 poços profundos, dentre outros.


Assessoria