Vereador de Fortaleza Ronivaldo Maia diz que foi injustiçado pelo PT e pela mídia - vídeo

O vereador de Fortaleza Ronivaldo Maia foi preso em flagrante no dia 29 de 2021 pela Polícia Militar, acusado de atropelar uma mulher no bairro Conjunto Ceará, na Capital. 

Vereador de Fortaleza Ronivaldo Maia diz que foi injustiçado pelo PT e pela mídia - vídeo

Reprodução/redes sociais

O vereador de Fortaleza Ronivaldo Maia (sem partido) usou a tribuna da Câmara se defender das acusações de ter agredido uma mulher. 

Ele disse que foi vítima da mídia e que foi acusado sem fundamentos.

"Reafirmo não sou um agressor! A narrativa propagada massivamente pela mídia surgiu a partir de uma acusação equivocada de tentativa de feminicidio ", falou.

Sobre a expulsão do PT, o parlamentar disse que ficou muito triste com a sigla, e que decisão foi precipitada.

" Considero injusto que o PT não tenha esperado o resultado do processo judicial para tomar uma decisão definitiva. Companheirismo e luta não coadunam com "justiçamento" e aniquilação das pessoas ", disse.

O ex-petista revelou que tem recebido apoio de inúmeras pessoas, principalmente as quem conhecem sua história de vida. 

"Agradeço especialmente o apoio de minha mãe, D. Bia, e de minha companheira, Soninha", declarou o vereador de Fortaleza.

Caso 

O vereador de Fortaleza Ronivaldo Maia foi preso em flagrante no dia 29 de 2021 pela Polícia Militar, acusado de atropelar uma mulher no bairro Conjunto Ceará, na Capital. 

Algumas testemunhas que presenciaram o ocorrido,  relataram que um homem de 51 anos teria atropelado  uma mulher, que foi socorrida para uma unidade hospitalar na região. 

Segundo populares, o fato aconteceu depois de uma discussão dentro do mesmo automóvel. 

Policiais militares localizou o vereador em um posto de combustível, e levado para Delegacia da Mulher.

Ronivaldo Maia