Ministro do STF concede prisão domiciliar a Roberto Jefferson

Ele cumpre prisão no Complexo Penitenciário de Gericinô, em Bangu, no Rio de Janeiro. 

Ministro do STF concede prisão domiciliar a Roberto Jefferson

Reprodução /Internet

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes  concedeu nesta segunda-feira, 24, prisão domiciliar ao ex-presidente do PTB, Roberto Jefferson. Ele está afastado da presidência da sigla.

Jerfeson está preso preventivamente desde de agosto do ano passado, acusado de participar de uma 'organização criminosa digital', para fazer ataques ao STF.

Ele cumpre prisão no Complexo Penitenciário de Gericinô, em Bangu, no Rio de Janeiro. 

Moraes atendeu um pedido da defesa de Roberto Jefferson. 

O ministro ressaltou, que caso o ex-presidente do PTB  volte atacar os ministros do Supremo, ele retorna para prisão preventiva em regime fechado. 

No despacho 

" Destaco que o descumprimento injustificado de quaisquer dessas medidas ensejará, natural e imediatamente, o restabelecimento da prisão preventiva ", disse Alexandre de Moraes.