Pros deixa apoio de Elmano de Freitas, agora se alia a Capitão Wagner

Adilson Pinho ressaltou que a mudança anterior foi um jogo político.

Pros deixa apoio de Elmano de Freitas, agora se alia a Capitão Wagner

Reprodução/redes sociais

O depois de ter anunciado que a sigla estaria fechada com candidato do Partido dos Trabalhadores, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu na noite desta quarta-feira, 3, através do ministro Antônio Carlos Ferreira,  devolver o comando do Partido Republicano da Ordem Social (Pros) a Marcus Pestana.

Com essa decisão, a sigla no Ceará volta para Adilson Pinho, consequentemente, a legenda vai apoiar o pré-candidato ao Governo do Ceará do União Brasil, Capitão Wagner.

Adilson ressaltou que a mudança anterior foi um jogo político.

"Diante de uma questão meramente jurídica, e na tentativa de chamar a atenção, um determinado grupo mostra ao povo cearense sua total irresponsabilidade, falta de compromisso e seriedade com questões que envolvem o futuro do Estado. Reafirmo nosso compromisso com um projeto de renovação, de crescimento e melhoria da qualidade de vida do nosso povo, e nesse propósito, estamos totalmente juntos ao futuro governador do Estado do Ceará, Capitão Wagner", diz Adilson Pinho, em nota dirigida à imprensa.