Aplicação de enzimas para tratar gordura localizada funciona? Dermatologista responde

Atualmente existem vários tipos que buscam reduzir medidas, entre eles a aplicação de enzimas é um dos mais conhecidos.

Aplicação de enzimas para tratar gordura localizada funciona? Dermatologista responde

Divulgação

O número de brasileiros que têm buscado procedimentos estéticos vem aumentando nos últimos anos.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, mais de 1,5 milhão procedimentos estéticos são feitos no País todos os anos. Muita gente recorre a estes métodos para tratar gordura localizada.

Atualmente existem vários tipos que buscam reduzir medidas, entre eles a aplicação de enzimas é um dos mais conhecidos.

A dermatologista Myrela Machado explica como funciona o procedimento. “O tratamento com enzimas é um dos tratamentos estéticos mais procurados. Ele pode ser feito em qualquer parte do corpo e age quebrando as células de gordura, o que acelera o metabolismo da região tratada. Isto reduz drasticamente a gordura do local ” afirmou.

O tratamento é minimamente invasivo, seguro e eficaz. “O procedimento é bem tranquilo para o paciente. A tecnologia auxilia muito para garantir o melhor resultado com o menor desconforto. Fazemos tudo com todos os cuidados para diminuir os riscos à saúde. A lipo enzimática é feita com a ajuda de 4 a 6 substâncias distintas. Este processo dura em média 40 minutos”, afirma a especialista.

Os resultados agradam a maioria daqueles que buscam pela técnica, segundo a médica. “Os pacientes aprovam muito, pois geralmente conseguimos reduzir significativamente a gordura no local tratado, e à medida que as sessões vão acontecendo percebemos avanços ainda maiores.”

A profissional alerta ainda que é necessário realizar o procedimento com um especialista e que são considerados diversos fatores antes de iniciar o tratamento.

“É imprescindível buscar um dermatologista. Tudo é personalizado. Por isso, fazemos uma análise minuciosa antes de iniciarmos, avaliando a idade, região que mais acumula gordura, peso, entre outras características”, pontua.