Coronavac combate variante da COVID-19

Imunizante

Um estudo preliminar com mais de 67 mil profissionais de saúde mostrou que a vacina produzida pelo instituto Butantan em parceria com a fabricante chinesa Sinovac, o Coronavac tem 50% de efetividade para combater a variante P.1 encontrada na cidade de Manaus, após 14 dias da primeira dose. 

A análise interina foi realizada pela Vebra Covid-19, que envolve pesquisadores de instituições nacionais e internacionais, além de servidores das secretarias de saúde dos estados do Amazonas e de São Paulo e das secretarias de saúde das cidades de Manaus e São Paulo.