Ministro da Saúde Luiz Mandetta diz que não deixar o cargo e defende fala de Bolsonaro

Apoio

Ministro da Saúde Luiz Mandetta diz que não deixar o cargo e defende fala de Bolsonaro

Divulgação

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou nesta quarta-feira, 25, que não pretende deixar o cargo.   

Mandetta defendeu o posicionamento do presidente da República em relação as criticas ao isolamento social. "Eu vou deixar muito claro: eu saio daqui na hora que acharem que eu não devo trabalhar, que o presidente achar, porque foi ele que me nomeou. Ou se eu tiver doente, o que é possível, eu ter uma doença, ou no momento que eu achar que esse período todo de turbulência já tenha passado e que eu possa não ser mais útil. Nesse momento de crise agora, eu vou trabalhar ao máximo. Equipe está todinha focada. Nós vamos trabalhar com critério técnico", disse Mandetta.


Posição 

Mandetta defendeu as atividades econômicas no País. "E eu vejo nesse sentido a grande colaboração da fala do presidente. Chamar a atenção de todos que é preciso pensar na economia",  ressaltou  ministro da Saúde.


Fonte: G1